Curso de formação em Mediação e Conciliação Judicial e Extrajudicial Módulo Teórico 40hs

O que é um Mediador Profissional?

Um Mediador ou Conciliador de conflitos profissional é aquele que recebeu uma formação técnica de acordo com as instruções normativas do Conselho Nacional de Justiça – Resolução 125/10 CNJ e dos diversos Tribunais brasileiros.

Segundo as regras vigentes, um Mediador formado está autorizado a promover sessões de mediação e de conciliação. Já um Conciliador formado está autorizado apenas a promover sessões de conciliação.

É o Mediador e conciliador formado no Curso de Formação em Mediação e Conciliação Judicial e Extrajudicial de 100 horas aula, composto pelo modo teórico de 40 horas aula, e pelo módulo prático com estágio supervisionado de 60 horas aula. Concluindo com sucesso ambos os módulos, o agora profissional mediador judicial passa a integrar o Cadastro Nacional de Mediadores Judiciais do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e pode se apresentar aos Tribunais. Esse profissional, além de poder exercer as funções de mediador extrajudicial e privado, está apto a mediar e conciliar no tribunal de sua escolha, à convocação do Juiz responsável.

É o Mediador e conciliador formado no curso teórico de Mediação, de 40 horas aula. Concluindo com sucesso essa etapa, ele estará apto a mediar e conciliar em câmaras privadas de mediação, em empresas ou instituições privadas, em escritórios de advocacia em casos pré-processuais, ou como profissional mediador ou conciliador autônomo.

Depoimento de aluno:

“Formar-se mediador no IMA Instituto foi a melhor escolha. O curso é excelente, os professores são mediadores que trabalham com isso. Completei minha formação em uma instituição credenciada pelo TJMG e meu nome passou a constar da lista nacional de mediadores do CNJ automaticamente assim que me formei”

Por que devo fazer o curso de mediação e conciliação?

A formação em mediação tem basicamente dois focos muito claros:

  1. Desenvolver, profissionalizar ou estabelecer-se em uma profissão que está se consolidando;
  2. Crescer enquanto pessoa humana, absorvendo novos conhecimentos, técnicas e valores, tornando-se um indivíduo mais completo e um cidadão capaz de manejar melhor suas questões e interesses. Por consequência, mais preparado e capaz de ajudar o outro.

Para o judiciário, os benefícios da prática executada por profissionais treinados são muitos. Entre eles, está a redução do número de litígios, do tempo para a análise dos processos e a possibilidade do usuário ter com mais rapidez a resposta definitiva ao caso que o levou a procurar a Justiça. O papel de profissionais conciliadores e mediadores são fundamentais na construção de um acordo.

No âmbito privado ou extrajudicial, profissionais especializados em facilitar diálogos e solucionar disputas nas empresas, nas famílias, escolas, nos condomínios, etc. têm a capacidade e a técnica para evitar que o conflito se agrave e possa ser solucionado sem recorrer ao judiciário.

Quais são as
vantagens?

+ PROFISSÃO EM ASCENSÃO
Mediadores e conciliadores são cada vez mais valorizados em diversas áreas, incluindo empresas, escolas, comunidades e no sistema judiciário, onde suas habilidades são essenciais.

+ RECONHECIMENTO PROFISSIONAL
O mediador e conciliador de conflitos agora é uma profissão reconhecida em todo o Brasil. Vários tribunais já remuneram o mediador. Além disso a mediação internacional já é estruturada e aceita, sendo inclusive a primeira escolha nas grandes multinacionais. E isso é só o começo!

+ AMPLITUDE DA ÁREA DE ATUAÇÃO
A mediação pode ser aplicada em diferentes contextos, como mediação familiar, empresarial, comunitária, escolar e ambiental, oferecendo uma ampla gama de oportunidades profissionais.

+ FLEXIBILIDADE E AUTONOMIA
Mediadores e conciliadores têm a oportunidade de trabalhar como autônomos, escolhendo seus próprios horários e projetos, ampliando seu potencial de ganhos.

Conteúdo programático

  • Cultura da paz
  • Resolução de conflitos
  • Métodos Judiciais e Extrajudiciais adequados de resolução de Conflitos
  • A Transdisciplinaridade e os Fundamentos da Mediação
  • Teoria do Conflito; Teoria dos Jogos; Teoria da Comunicação
  • Negociação, pressupostos e ferramentas da mediação
  • Princípios da Mediação, habilidades do Mediador e inteligência emocional
  • O Processo de Mediação: agentes e escopo
  • Técnicas ou instrumental da Mediação; Técnicas ou instrumental da conciliação
  • Peculiaridades da Mediação e da Conciliação

COMO FUNCIONA?

QUEM PODE FAZER O CURSO DE MEDIAÇÃO?

Qualquer pessoa pode se capacitar como Mediador ou Conciliador, independente de sua profissão, área de atuação ou escolaridade. A formação em mediação é muita rica, e útil em vários aspectos da vida e do desenvolvimento do ser humano.

  • Para se formar como mediador ou conciliador extrajudicial ou privado, não é necessário que você tenha curso superior.
  • Para se formar como conciliador judicial, não é necessário que você tenha curso superior.
  • Para se formar como mediador judicial, é necessário que você tenha curso superior completo em qualquer área, e esteja formado a mais de dois anos.

Quais são as áreas de atuação?

FAMILIAR

SOCIETÁRIA

CONDOMINIAL

ESCOLAR

CONSUMERISTA

AMBIENTAL

PÚBLICA

Cadastre-se para receber
informações e esclarecimentos

Preencha o formulário abaixo, em breve retornaremos o contato.