Curso de Mediação – Mediação – Perguntas e Respostas

Para que serve o curso de mediação?

O curso de Mediação destina-se a formar profissionais que estejam aptos a identificar, analisar a estrutura do conflito, além de intervir e dominar técnicas de negociações.

O que é preciso para ser um mediador?

Para atuar como Mediador judicial é preciso ser graduado há pelo menos dois anos, em qualquer área de formação, conforme dispõe o art. 11 da Lei n. 13.140, de 26 de junho de 2015 (Lei de Mediação).

Quanto ganha um Mediador e Conciliador? Quais serão os níveis de remuneração de Mediadores?

NíveisRemuneração de mediadores mínima por hora (valor da causa de até R$ 50.000)Remuneração máxima por hora (valor da causa em mais de R$ 10.000.000)
BÁSICO/CONCILIADOR*R$60R$700
INTERMEDIÁRIOR$180R$1000
AVANÇADOR$350R$1250

Quem pode fazer curso de mediação e conciliação?

Qualquer pessoa capaz, graduada há pelo menos dois anos em qualquer curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação e que tenha sido capacitada pode atuar como Mediador judicial. É o que estabelece a Lei da Mediação.

Qual o papel do mediador na mediação?

Mediador é um especialista em determinadas técnicas de negociação e comunicação. Atua como um terceiro imparcial e costuma ser indicado pelas partes envolvidas no acordo. A função desse profissional não é a de propor soluções, mas de intermediar e facilitar o diálogo entre as partes que estão em desacordo.

Onde um mediador pode trabalhar?

As 7 principais fontes de vagas para conciliadores e mediadores são:

  • Câmaras privadas. As Câmaras Privadas são a principal fonte de remuneração para os Conciliadores e Mediadores privados.
  • Tribunais de justiça.
  • Cartórios (Mediadores extrajudiciais).
  • Universidades.
  • Mediador autônomo
  • Mediação Online.
  • Mediação Empresarial.

Que conteúdos e que habilidades devem compor a formação básica do mediador?

As habilidades do mediador

  • aplicar diferentes técnicas autocompositivas de acordo com a necessidade de cada disputa;
  • escutar ativamente a exposição dos envolvidos, utilizando técnicas de escuta ativa;
  • inspirar respeito e confiança a todos os envolvidos no processo;

O que o mediador não pode fazer?

Para mediar, como para viver, é preciso sentir o sentimento. O Mediador não pode se preocupar por intervir no conflito, transformá-lo. Ele tem que intervir sobre os sentimentos das pessoas, ajudá-las a sentir seus sentimentos, renunciando a interpretação.

Qual a função do mediador?

Mediador tem como principal função a facilitação da comunicação entre os mediados. Esta facilitação é feita através de técnicas próprias da mediação.

Quem escolhe o mediador?

Por ser um método pacífico e consensual, a mediação prevê que a escolha do Mediador deve ser realizada pelas próprias partes em conflito, pois, do contrário, forçar as partes a aceitarem um Mediador que não queiram pode gerar um novo conflito.

Quais as situações em que o mediador fica impedido de mediar?

Mediador ficará impedido de atuar em procedimento no qual interveio como mandatário da parte; quando no procedimento atuar, como advogado da parte, o seu cônjuge ou qualquer parente seu, consanguíneo ou afim, em linha reta ou na linha colateral, até o 2º grau; quando for cônjuge, parente, consanguíneo ou afim, em linha reta ou na linha colateral, até o 2º grau; quando for cônjuge, parente, consanguíneo ou afim, de alguma das partes, em linha reta ou, na colateral, até o 3º grau; quando atuar como diretor ou administrador de pessoa jurídica, parte na causa (art. 134 do Código de Processo Civil – CPC). Já a suspeição do mediador, poderá ser arguida quando este for amigo íntimo ou inimigo capital de qualquer das partes; alguma das partes for credora ou devedora do mediador, de seu cônjuge ou de parentes destes, em linha reta ou na colateral até o 3º grau; seja herdeiro presuntivo, donatário ou empregador de alguma das partes; ou receber dádivas antes ou depois de iniciado o procedimento (art. 135CPC).

Além disso, a pessoa nomeada para atuar como Mediador, deve revelar às partes, antes de aceitar a função, qualquer fato ou circunstância hábil a suscitar dúvida justificada relativa à imparcialidade para mediar o conflito, sendo lícito a qualquer das partes recusar o mediador (§ único, art. 5º).

Pelo prazo de 1 ano, desde o término da última audiência de mediação na qual tenha atuado, estará o Mediador impedido de assessorar, representar ou patrocinar qualquer das partes (art. 6º). Além disso, o Mediador não atuará como árbitro, nem será testemunha em casos judiciais ou arbitrais, alusivos a procedimento por ele mediado (art. 7º). Tanto o Mediador, quanto as demais pessoas que o assessoram no procedimento, enquanto exercerem suas funções ou em razão delas, equiparam-se a servidores públicos, para fins de lei penal (art. 8º).

Quais conflitos podem ser objetos de mediação?

A lei de mediação autoriza a utilização do procedimento em dois casos: art. 3º, que descreve que pode ser objeto de mediação o conflito que verse sobre direitos disponíveis ou sobre direitos indisponíveis que admitam transação.

O que quer dizer a palavra mediador?

Pessoa ou entidade que exerce, mediante remuneração, uma atividade a intermediar ou facilitar um negócio ou um serviço.

Qual é o papel do mediador escolar?

Este profissional tem a função de acompanhar e auxiliar o estudante com deficiência a se adaptar e criar suas próprias ferramentas para usufruir do ambiente escolar.

O que é serviço de mediação familiar?

O Serviço de Mediação Familiar é uma forma de resolução de conflitos, na qual os interessados solicitam ou aceitam a intervenção de um mediador, imparcial e qualificado, permitindo que os conflitantes tomem decisões por si mesmos e encontrem soluções duradouras e mutuamente aceitáveis, que contribuam para a reorganização da vida pessoal e familiar.

Quais as técnicas de mediação de conflitos?

Conheça as 6 técnicas de mediação de conflitos mais eficazes:

  • 1 1. Escuta ativa.
  • 2 2. Rapport.
  • 3 3. Sessões individuais (caucus)
  • 4 4. Brainstorming.
  • 5 5. Parafraseamento.
  • 6 6. Resumo.

O que é a mediação de conflitos?

mediação é um processo voluntário que oferece àqueles que estão vivenciando uma situação de conflito a oportunidade e o espaço adequados para conseguir buscar uma solução que atenda a todos os envolvidos.

Como se define a qualidade de uma mediação?

A definição de qualidade em mediação consiste no conjunto de características necessárias para o processo autocompositivo que irá, dentro de condições éticas, atender e possivelmente até exceder as expectativas e necessidade do usuário.

É possível que haja mais de um mediador para atuar em um caso?

SIM. Poderá ser admitido mais de um mediador para funcionar no mesmo procedimento, quando isso for recomendável em razão da natureza e da complexidade do conflito e desde que as partes concordem (art. 15 da Lei).

Quais são as fases do processo de mediação?

Fases da mediação

  1. Abertura: o Mediador explica o processo.
  2. Descrição do problema pelas partes.
  3. Identificação das questões a debater e fixação do conteúdo das negociações.
  4. Procurar opções/soluções.
  5. Ponderar as opções e selecionar a solução mais viável/aceitável.
  6. Fim da mediação.

Onde se aplica a mediação?

Em regra, é utilizada em conflitos multidimensionais, ou complexos. A Mediação é um procedimento estruturado, não tem um prazo definido, e pode terminar ou não em acordo, pois as partes tem autonomia para buscar soluções que compatibilizem seus interesses e necessidades.

O que quer dizer mediação?

1 Ato ou efeito de mediar. 2 Ato de servir como intermediário entre pessoas, grupos, partidos, noções etc., com o objetivo de eliminar divergências ou disputas. 3 Com Ato de servir como intermediário entre o comprador e o vendedor; corretagem. 4 Jur Intervenção por meio da qual se procura chegar a um acordo.

Qual a diferença entre o Mediador judicial e extrajudicial? E o privado?

Na mediação judicial e extrajudicial (cartórios, instâncias cartoriais) o Mediador precisa ser graduado e deve ter curso de formação que o capacite para exercer a mediação. Na mediação privada mediador pode ser qualquer pessoa capaz com confiança das duas partes.

Quem pode participar das sessões de mediação?

Quem pode participar de uma mediação? Qualquer pessoa física ou jurídica que tenha interesse em buscar solução consensual para um conflito. É fundamental que o potencial participante de um procedimento de mediação possua poderes de decisão sobre o objeto da mediação.

Quando usar mediação?

mediação é o método mais indicado para situações nas quais os conflitos são mais profundos, emocionais e envolvem partes que tenham uma relação próxima, continuada e anterior aos fatos. Atua para ajudar a restaurar a confiança e o relacionamento.

Qual é o principal objetivo da conciliação e o principal objetivo da mediação?

Na conciliação, o objetivo é o acordo, ou seja, as partes, mesmo adversárias, devem chegar a um acordo para evitar um processo judicial por exemplo. Na mediação, o mediador facilita a comunicação, sem induzir as partes ao acordo.


fonte: buscador do Google, perguntas e respostas mais comuns. Os conceitos e respostas elencados acima são fruto de pesquisa genérica no Google, e estão listados na ordem de maior procura. Não espelham necessariamente a filosofia, as opiniões e/ou conceitos aplicados e defendidos pelo IMA Instituto.